quinta-feira, 26 de março de 2009

O menino e a formiga


















Em algum lugar por aí, um menino procurava por formigas. E sua brincadeira favorita era ver a formiga agoniar até a morte - que geralmente é bem rápida.


Ele podia jogá-las num copo d'água, na melhor das hipóteses. Costumava amarrá-las com fios de nylon e arremessava no chão de cimento. Fazia uma fogueirinha e colocava a formiguinha lá para queimar.


E numa dessas buscas pelas melhores formiguinhas, ele encontrou uma que podia ser igual, mas lhe parecia diferente. E ela era. O menino podia bolar o plano que fosse, podia fazer a estratégia que fosse, a formiguinha não morria.


Sempre saía muito machucada e mancando ia para longe do menino, mas o menino conseguia caçá-la de novo e com certeza testaria uma nova forma de tortura com insetos.


Nessa história o menino foi mordido muitas vezes pela formiga, porém o máximo que acontecia era uma coceirinha desagradável. O menino parecia nem se importar com as mordidas da formiga. Ele ficava intrigado e ver o quanto essa formiguinha era resistente.


Ele não podia ser contrariado, e no ápice da sua ira o menino se pôs de pé, levantou a perna com o joelho dobrado a 90º e pisou na formiga. Dessa vez ela morreu.

Mariana Nunes
http://temferias.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário